Categorias

Crítica do filme 2012

2012
Quando você é fã de filmes catástrofes, você vai ao cinema esperando o máximo de absurdos possíveis, você tenta imaginar o que se passou pela cabeça do diretor ao criar a história. Mas nada, nem o trailer, te prepara para esta produção. Roland Emmerich (diretor e escritor) pegou os grandes desastres e elevou a enésima potência em “2012″, que estreia mundialmente no dia 13 de novembro.
Confira a sinopse: “Em 2012, quando desastres naturais começam a destruir a Terra, pesquisador acadêmico lidera um grupo de pessoas numa luta para evitar esses eventos apocalípticos que foram previstos num antigo calendário dos povos Maias e que pode culminar com o fim da civilização”.
Preciso ter cuidado ao escrever a resenha de “2012″ pois sou muito fã desse tipo de filme, e as pessoas que não curtem um cinemão catástrofe podem não gostar. A verdade é, mesmo gostando muito do filme, preciso destacar os pontos negativos.
O filme começa frenético, apresentando os personagens e situações chaves para o entendimento do enredo no final, de forma rápida, sem frescura. Se desenrola até o ponto que começam as tragédias, e aí não para mais. O diretor Roland Emmerich exagerou ao inserir muitas cenas que não acrescentam nada a trama, apenas para mostrar várias formas de destruir a Terra, monumentos históricos da humanidade (sim, o Cristo Redentor está lá) e pessoas sofrendo. Desnecessário, pois em dado momento do filme, já sabemos do que as forças da natureza são capazes, com isso, você fica com aquela sensação de que várias cenas estão ali apenas para encher linguíça.


2012
Isso torna o filme muito longo. Várias cenas se repetem, principalmente com avião fugindo de algum fenômeno da natureza, de vários tipos, só faltou mesmo escapar de um dinossauro gigante ou algo assim. Depois que verem o filme, vão entender o que eu digo.
Preciso dizer também que a “fórmula de bolo” é a mesma usada em vários outros filmes do Emmerich, como “O Dia Depois de Amanhã”, “Independe Day” e outros. Todos os elementos estão presentes, e nada foi inovador. Um cientista desconhecido faz uma descoberta incrível, o assunto chega até o presidente dos EUA (vivido aqui por Danny Glover), e um pai comum tenta salvar sua família a qualquer custo.
O ator Woody Harrelson está fantástico como o malucão Charlie Frost e rouba a cena. Já John Cusack (Jackson Curtis) foi bem, mas não se destacou muito não, talvez por causa do fato de ele, apesar de ser o principal personagem, não é o cientista central da trama (primordial nos filmes do Emmerich), e sim apenas o cara que salva sua família. O filme ainda conta no elenco com Thandie Newton, Amanda Peet, Oliver Platt e outros.
Eu não preciso falar isso, mas vou dizer assim mesmo, porque sou teimoso: “2012″ é cinemão, blockbuster total. Tenha isso em mente quando for ao cinema. Mas se você é daquelas pessoas que gostam de procurar questões filosóficas em tudo que vê, que gosta de enredo bem feito, que acha que filme foi feito para educar e acrescentar algo a sua vida, fique em casa. Do contrário, recomendo muito. Até porque os efeitos visuais estão fantásticos, e para apreciar em plenitude, é preciso ver na telona do cinema.
Agora, pensem comigo, já teve mudança brusca do clima, invasão alienígena, asteroide vindo em colisão com a Terra, pragas, doenças e muito mais. Que tipo de catástrofe falta acontecer com a humanidade, esse povo tão sofrido? Não consigo pensar em mais nada depois de “2012″. Ah sim, Cthulhu, talvez?
Fonte: Receita do sucesso por Pedro cardoso 11/11/2009
Blog Widget by LinkWithin

3 comentários:

Yui disse...

Realmente falta Cthulhu!

Os efeitos especiais estão fantásticos mesmo! Se não for na telona não vai ter graça! Mas eu achei uma coisa curiosa nesse filme, as piadias maldosas! Nossa, como o povo em meio a destruição do mundo consegue manter o bom humo!? xD

Anônimo disse...

ACHEI O FILME UMA TOLISE, COMO SEMPRE OS AMERICANOS, OS
HEROIS DO MUNDO SEMPRE ELES SE ACHANDO OS TAIS E QUERENDO SE, NOE QUERENDO SER MAIS QUE DEUS E FAZER OUTRO DILUVIO POR CONTA PROPIA TENHO PENA DELES DEIXA ELE ,SAO VAU CAIR NA REAL QUANDO FOR TARDE DE MAIS

juninho duarte disse...

kkkk
cara vc tem um otimo humor kkkk
mas vc tem razão numa coisa eu quero ver o dia que acontecer algo de sureal a terra, no futuro eu quero so ver oq os americanos irão contribuir para nos ajudar e salvar nossas peli
kkkk

Postar um comentário

Gostou do que encontrou aqui?
Comente este artigo que acabou de ler.
E não esqueça de recomendar aos seus amigos.

Related Posts with Thumbnails